b

GAZETA
ALBANOS

Fique por dentro de todas as novidades que envolvem a plataforma Albanos!

como fazer cerveja artesanal
26/07/2022

Como fazer cerveja artesanal? Cervejaria Albanos explica

Confira o passo a passo de como fazer cerveja artesanal e aprenda o caminho para ser um mestre cervejeiro

Fazer sua própria cerveja tem um gostinho especial. Não só em relação ao sabor, mas também no que diz respeito a colocar a mão na massa, ser criativo e degustar algo que foi uma criação sua!

Por isso, cada vez mais pessoas vêm experimentando fazer parte desse processo e dar os primeiros passos como cervejeiro. Às vezes para compartilhar com os amigos e, quem sabe, até empreender e comercializar.

Pensando nisso, nós da Cervejaria Albanos, vamos dar algumas dicas sobre como fazer cerveja artesanal. Afinal de contas, disso a gente entende bem e pode facilitar o seu caminho! Vamos juntos? É só continuar a leitura!

Como fazer cerveja artesanal: Ingredientes

Marinheiros de primeira viagem, ops… de primeira cerveja, costumam ficar perdidos sobre quais são os ingredientes utilizados.

Se você está nessa situação, aqui vão os itens básicos quando o assunto é como fazer cerveja artesanal. Vamos ensinar a fazer uma American Pale Ale, um dos estilos mais consumidos no mundo.

  • 4,0 kg Pilsen
  • 1,0 kg Caramalt
  • 20 g Lúpulo Columbus 10
  • 10 g Lúpulo Cascade
  • Fermento Mangrove
  • Jack’s US West Coast
  • M44
  • 1 pote de Priming de açúcar

Esses ingredientes são o suficiente para a produção de 40 litros de cerveja!

Quando você pegar o jeito, é possível inovar, adicionar ingredientes, sabores, testar estilos diferentes e também entender quais ingredientes são ideais em cada caso!

Equipamentos para cerveja artesanal

Para quem está começando a se aventurar no universo das cervejas, é possível adaptar alguns itens facilmente encontrados em casa. 

As pessoas fazem cervejas há milhares de anos, então não é necessário comprar tudo do que há de mais moderno de imediato. Enquanto aprende como fazer cerveja artesanal, você vai descobrir o que é melhor para o processo. 

Para começar, você precisa de: 

  • Duas panelas grandes, de preferência de inox ou alumínio. Uma será utilizada para a brassagem e outra para a fervura. Vale ressaltar que o tamanho deve ser compatível com a quantidade de cerveja que você deseja fazer;
  • Um filtro para ser utilizado durante a brassagem. Ele é item essencial para separar o malte do mosto e o bagaço;
  • Um fogão. Dependendo do tamanho das panelas escolhidas, vale a pena utilizar um fogareiro grande ou um fogão industrial; 
  • Moedor de grãos (também é possível já comprar maltes moídos, então nesse caso, se você preferir, pode abrir mão desse utensílio!); 
  • Fermentador. Nesse caso, é possível usar um balde de 10 ou 20 litros como substituto. Mas, será necessário ter uma tampa para vedar e evitar que a cerveja seja contaminada ao longo do passo a passo; 
  • Densímetro e proveta. Parece coisa de laboratório, mas faz a diferença! Em sua primeira receita, você pode abrir mão, mas se sua ideia é ser um cervejeiro a longo prazo, vale a pena investir;  
  • Balança que será utilizada para pesar tanto os maltes quanto os lúpulos;
  • Termômetro. Não precisa ser profissional, mas ele deve atingir temperaturas de 0 a 100ºC;
  • Um local para resfriar o mosto depois que ele for servido. Pode ser um resfriador profissional ou até uma bacia grande com gelo; 
  • Geladeira ou freezer, o que for mais fácil para você, mas o ideal é que seja destinado apenas para o uso da cerveja;

Tudo reunido? Chegou a hora de começar o processo!

Entenda também: qual a diferença entre chopp e cerveja?

Como fazer cerveja artesanal

como fazer cerveja artesanal

Separamos o passo a passo sobre como fazer cerveja artesanal em várias etapas. Elas vão desde a moagem dos grãos até o envase. O tempo de preparo pode variar entre 20 e 25 dias. 

Confira abaixo o detalhamento de cada uma!

Moagem dos grãos

O primeiro passo na fabricação de uma cerveja artesanal é moer o malte. Esse processo é chamado de moagem e é essencial no processo. Além de um bom malte, o moedor deve estar bem regulado para garantir a uniformidade do ingrediente no momento do uso. 

Caso o moedor esteja muito apertado, as cascas serão quebradas em excesso. Ao mesmo tempo, se estiver frouxo, as cascas não serão abertas da maneira correta, o que dificulta que as enzimas e as águas atuem e a cerveja seja feita com sucesso. 

Por que é tão importante prestar atenção a isso? Porque o objetivo da moagem é expor o endosperma que está dentro de cada grão. Essa substância, rica em amido e de coloração branca, é responsável pela atuação das enzimas quando for fazer a brassagem. É a partir dela que os açúcares serão produzidos e, durante a fermentação, produzem o CO2 e o álcool

Atualmente, é possível adquirir o malte já moído em lojas especializadas. Você pode recorrer a essa opção para trazer mais praticidade. No entanto, é importante ser de um lugar de confiança, para garantir a qualidade do insumo. 

Brassagem

Ao longo da nossa receita e ensinamentos sobre como fazer cerveja artesanal, você vai identificar no texto a palavra “brassagem” várias vezes. Esse é o nome dado ao procedimento que transforma o amido presente nos grãos de malte em açúcar fermentável, chamado de maltose, e o não-fermentável, chamado de dextrinas.

São essas substâncias que são responsáveis por dar sabor e também outras características à tão adorada cerveja. 

Abaixo você confere como é feito!

  1. Na panela de brassagem, aqueça em até 72°C entre 22 e 25 litros de água;
  2. Ao atingir a temperatura, adicione no recipiente, bem vagarosamente, o malte moído;
  3. Mantenha a temperatura de 68°C por 60 minutos. Você precisa acompanhar esse processo de perto e, sempre que necessário ligar o fogo para aumentar a temperatura, é essencial que você misture, com uma colher, a água e o malte (chamada de mosto). Quando o fogo estiver desligado, você não precisa mexer;
  4. Passado o tempo indicado, deixe o mosto (resultado da mistura) descansar, com o fogo desligado, por pelo menos 10 minutos.

Clareamento ou Recirculação

A próxima etapa é de clareamento e recirculação. Veja como proceder:

  1. Retire um pouco do mosto pela torneira da panela de brasagem;
  2. Retorne com o mosto para a panela, mas sem jogar diretamente na mistura. O ideal é quebrar esse fluxo ao entornar e você pode usar uma colher ou escumadeira, de forma que pareça um chafariz;
  3. Esse processo deve ser repetido por 10 ou 15 minutos, até você perceber que o mosto se encontra cristalino;
  4. Após realizar a recirculação, você deve abrir a torneira da panela de brasagem e despejar o mosto em outro recipiente (um balde ou nova panela)

Atenção a um ponto importante: após a filtragem, caso o volume do mosto fique entre 18 e 20 litros, é necessário que você lave o mosto com água quente a 78 graus. A ideia é atingir entre 22 e 24 litros de mosto.

Caso já esteja nesta quantidade, você não precisa realizar a lavagem, ok?! 

Fervura e lupulagem

como fazer cerveja artesanal fervura

Para a fervura e a lupulagem, o indicado é seguir as instruções: 

  1. Após o mosto ter sido filtrado e colocado na panela de brassagem, eleve a temperatura e aguarde o mosto ferver;
  2. Sem tampar a panela onde o mosto está sendo fervido, adicione 20g de lúpulo Columbus;
  3. Deixe que a fervura ocorra por 60 minutos;
  4. Quando estiver faltando cinco minutos para a fervura ser concluída, adicione os 10g de lúpulo Cascade;
  5. Após o tempo de fervura acabar, espere cinco minutos e faça um redemoinho na mistura. Dessa maneira, o malte, as cascas e o lúpulo se concentrarão no meio da panela;
  6. Em cinco minutos, os resíduos vão decantar e a mistura estará pronta para o próximo passo!

Resfriamento

Chegou a etapa de resfriar o mosto e inocular o fermento. 

Para isso:

  1. Transfira o mosto ainda quente para outra panela;
  2. Nesta panela, utilize um resfriador para resfriar o mosto em uma temperatura inferior a 30 graus. 
  3. Quando a mistura estiver fria, transfira para outro fermentador;
  4. Deixe o trub no fundo do recipiente e introduza a levedura;
  5. O ideal é hidratar a levedura antes. Para isso, ferva 100ml de água, deixe esfriar e despeje o fermento, hidratando por 30 minutos.

Fermentação

Neste momento, você deve seguir essa instrução bem simples: você inoculou o fermento, certo? Então, tampe o recipiente e deixe fermentando durante sete dias.

O ideal é que seja em temperatura de 22 ºC. Caso não seja possível controlar, você pode fermentar em temperatura ambiente, desde que não sejam dias muito quentes. 

Maturação

Com a cerveja fermentada, chegou a hora de maturar. Embora essa etapa demande paciência para esperar, ela é bem simples:

  1. Remova o fermento do fermentador e dê início à maturação. Para isso, você deve deixar em geladeira a 10°C por mais 10 dias no refrigerador;
  2. Depois desse período, se você perceber que ainda há resquícios de fermento, retire-o e descarte-o. 

Envase

como fazer cerveja artesanal envase

Agora vem a parte mais esperada: preparar a bebida para colocá-la nas garrafas. Lembrando que todas as garrafas utilizadas devem estar esterilizadas para evitar possíveis contaminações na cerveja. 

Nessa etapa, você deve:

  1. Adicionar o Priming de açúcar invertido no maturador;
  2. Mexer lentamente até que o ingrediente fique homogêneo;
  3. Encher as garrafas e tampar cada uma delas apropriadamente.

As garrafas devem ser guardadas em temperatura ambiente por um período de cinco a sete dias, até que forme gás.

Após esse processo, basta colocar as garras para gelar e curtir cada gole da cerveja que você mesmo preparou!

Aprenda também como vender chopp.

Faça sua cerveja artesanal na Cervejaria Albanos

Com mais de 25 anos de mercado, a Cervejaria Albanos se consolidou como uma das cervejarias artesanais mais bem-sucedidas do Brasil, com prêmios nacionais e internacionais, além da aprovação do público.

Para além de suas receitas e distribuições, a Albanos também é uma fomentadora do setor cervejeiro e está sempre de portas abertas para quem deseja utilizar sua infraestrutura.

A Fábrica Albanos, localizada no Jardim Canadá, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, considerado um polo cervejeiro, recebe, constantemente, cervejarias ciganas. Para quem não sabe, é como são chamadas as marcas que ainda não têm um local apropriado para a produção e contam, nesse caso, com o apoio da Albanos.

Também há o Hub Cervejeiro em Belo Horizonte. Localizado no bairro Sion na capital mineira. A microcervejaria está totalmente equipada para receber qualquer pessoa ou grupos que queiram fabricar a própria cerveja, aproveitando a expertise de nossos mestres, a tecnologia disponível e demais necessidades na criação. Essa opção é a ideal para quem está começando a produzir e descobrir o mundo da produção artesanal!

Além disso, é possível fazer produção compartilhada e colaborativa com outras cervejarias, promovendo ainda mais o setor e a cultura cervejeira. Afinal, o artesanal merece ser valorizado e é importante todo o apoio para impulsionar a produção local!

Quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato e confira mais detalhes aqui no site!

Veja Também:

Melhor Chopeira: Como escolher uma máquina de chopp.

Melhor tipo de chopeira para seu estabelecimento - Albanos
Saiba mais

Princípios da harmonização. Como harmonizar cervejas e comidas

Saiba mais

Cerveja Delivery – Você sabia que a Cervejaria Albanos oferece serviço de entrega de cerveja?

Cervejaria Albanos - Cerveja Artesanal - Delivery de Cerveja - Entrega de Cerveja
Saiba mais

Música Para Todos com Podé Nastácia e Raquel Coutinho

Música para Todos
Saiba mais